Entrar
Comprar
Ativar Códigos

Livros Digitais

Sítio dos Miúdos

Professores

Alunos e Encarregados de Educação

Instituições

Celebrar a Internet em família

As Nações Unidas designaram 17 de maio como o Dia da Sociedade da Informação. Esta é uma boa oportunidade para assinalar a importância da Internet na vida das crianças, tendo em conta que vivemos num mundo cada vez mais digital.

LUÍS PEREIRA

É um facto que a Internet tem vindo a alterar a forma como comunicamos ou como aprendemos e, por outro lado, a redesenhar a nossa ideia de privacidade e segurança. A maior parte das vezes, o uso e partilha de informação na Internet não tem consequências perniciosas; outras vezes, todavia, num abrir e fechar de olhos, um vídeo ou uma imagem que não queríamos que circulasse na rede torna-se viral e não há volta a dar.

Daí a necessidade de os pais saberem mais sobre a Internet para poderem apoiar os mais pequenos. E essa pesquisa pode ser feita em conjunto com as crianças ou preparando atividades para serem realizadas com elas.

Como seria o dia sem Internet?

Para as casas onde existe banda larga, é um bom exercício perguntar às crianças quais as atividades que deixariam de fazer se não houvesse Internet em nenhum dos aparelhos. Tal como a eletricidade, que só quando falha sentimos realmente o papel que tem nas tarefas mais básicas, a Internet é cada vez mais considerada  nas sociedades ocidentais como um bem essencial. Este é um bom ponto de partida para uma conversa animada com as crianças sobre o que a internet nos permite fazer.

O que é a Internet?

As crianças começam cedo a familiarizar-se com o termo ‘Internet’. Mas o que sabem elas sobre o assunto? Depois de escutadas as suas respostas, que são muitas vezes desarmantes, pode-se recorrer a vídeos curtos que explicam com síntese o que é, na verdade, a Internet. Outra possibilidade é organizar uma espécie de timeline com alguns dos factos mais relevantes e/ou datas em que surgiram os sites mais conhecidos, como Google, YouTube, Facebook, Wikipedia, entre outros. É provável que exija alguma pesquisa prévia por parte dos pais, que pode acontecer em conjunto com as crianças, mas todos ficarão a saber mais sobre a Internet.

O que pensam as crianças sobre a Internet?

Se alguém pedir aos pais para indicarem cinco livros ou cinco programas de televisão interessantes para as suas crianças, talvez não tenham dificuldade em responder. Já sobre sites adequados para os seus filhos, com jogos educativos ou conteúdos interativos de qualidade, talvez a resposta não surja tão naturalmente.

Na verdade, alguma investigação demonstra que a Internet não está necessariamente desenhada para as crianças e elas não são ouvidas sobre isso.  Ainda assim, é certo que a Internet é boa para elas, ainda que precisem de ser acompanhada, não só para evitar experiências negativas online, como também para serem encorajadas a explorarem novas experiências.

A Internet torna as pessoas mais felizes?

Uma pergunta interessante para todos os membros da família é se realmente a internet torna as pessoas mais felizes. Voltando à efeméride, que se denomina também como Dia das Telecomunicações, a Internet propõe-se melhorar a comunicação das pessoas que se encontram distantes. Na dinâmica familiar, tendo em conta que muitas práticas da Internet podem ser disruptivas do ritmo da família, será que isso traz consequências nefastas para a comunicação das pessoas que convivem na mesma casa?

As atividades sugeridas inscrevem-se na ideia de promover a literacia mediática na família, que passa por compreender o mundo dos media que nos rodeia (neste caso, com destaque para a Internet) e olhar para o valor que eles têm para a nossa vida, e também por explorar usos mais relevantes ou mais significativos desses meios tanto para os adultos como para as crianças.

Dúvidas?
To Top