Login

Comprar

Para alunos e pais

Para professores

Para instituições

Outros produtos, serviços e funcionalidades

Blogue EV e Webinars

Ajuda

Comemorar o Dia do Pai no jardim de infância

O Dia do Pai, em Portugal, é comemorado no dia 19 de março. Neste mesmo dia celebra-se o Dia de São José, santo popular da igreja católica (o pai de Jesus), cuja história vem contada na Bíblia.

No dia 19 de março, um pouco por todo o país, o pai é a figura de destaque em manifestações públicas ou familiares e, no jardim de infância, é muito comum que os educadores planifiquem festas para homenagear os pais ou elaborem com as crianças algum presente ou mensagem de carinho para o pai.

Atualmente, muitos educadores equacionam a abertura ou não do jardim de infância na comemoração do Dia do Pai, com a presença dos mesmos, em atividades de interação e que, sem dúvida, fortaleçam os laços familiares.

Na sociedade atual, por diferentes motivos, familiares, culturais e sociais, a figura paterna está a passar por transformações. Se durante muito tempo era remetida para segundo plano no desenvolvimento emocional da criança, presentemente, ao lado da figura feminina, assume um papel fulcral. Contudo, outra questão pode ser levantada: como participa a criança que não tem contacto com o pai? Deve sempre ter-se em conta que a família considerada tradicional, formada por pai, mãe e filhos, dificilmente é a realidade familiar de todas as crianças. São muitas as possibilidades de estrutura familiar: monoparental feminina (mãe solteira, separada ou viúva), crianças que vivem em instituições, com avós, filhos de casais homossexuais etc. Perante estas situações, será necessário pensar como adequá-las na comemoração do Dia do Pai.

Se a intenção de comemorar o Dia do Pai no jardim de infância tem como objetivo promover a interação entre a família e a escola, no sentido de valorizar a mesma, o educador deverá ter algum cuidado na planificação da atividade e no desenvolvimento da mesma, adaptando a comemoração do dia à nova realidade das famílias. Na planificação da atividade, o educador deve, assim, considerar alguns aspetos, tais como: os diferentes tipos de família do seu grupo; a criatividade da criança na elaboração de lembranças para o pai; atividades a desenvolver com os pais, para que possam interagir com os filhos, e entre os outros pais e crianças; o horário em que se realiza a atividade.

Trazer a família para a escola nesta data é uma forma de refletir sobre as mudanças das diferentes estruturas familiares e proporcionar um bom momento para aproximar os pais da escola e mostrar o trabalho desenvolvido com seus filhos, valorizando o papel da família na vida da criança.


MARIA JOÃO LIMA
É educadora de infância no ensino público e criadora de coleções do pré-escolar.

Artigo publicado originalmente na área de Educação Pré-escolar, no Espaço Professor.
Voltar aos artigos
To Top